Este blog vai estar temporariamente sem atualização.
Acesse: www.policialbr.com para site atualizado

DO SOLDADO AO CORONEL, UNIDOS PELA PMESP!

DO SOLDADO AO CORONEL, UNIDOS PELA PMESP!

DO SOLDADO AO CORONEL, UNIDOS PELA PMESP!

DO SOLDADO AO CORONEL, UNIDOS PELA PMESP!

ALERTA GERAL - CONVOCAÇÃO - UU

ATENÇÃO

Mostrando postagens com marcador TO. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador TO. Mostrar todas as postagens

2 de set de 2014

Sargento da PM é detido na BR-153 com camionete adulterada

Veículo tinha 'fortes indícios de adulteração', de acordo com a PRF.
Militar é do Distrito Federal e foi encaminhado para a delegacia de Guaraí.

Camionete apreendida com sargento da PM, do Distrito Federal, tinha indícios de adulteração (Foto: Divulgação/PRF-TO)Camionete apreendida com sargento da PM, do
Distrito Federal, tinha indícios de adulteração
(Foto: Divulgação/PRF-TO)
Um sargento da Polícia Militar do Distrito Federal foi detido na tarde de sábado (30), no km 329 da BR 153, em Guaraí, na região central do Tocantins. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ele conduzia uma camionete cujo documento havia "fortes indícios de adulteração".
De acordo com a PRF, o veículo, que tem placas de Minas Gerais, também estava com os sinais identificadores adulterados. Depois de consultar o sistema do Departamento de Polícia Rodoviária Federal (DPRF), os agentes descobriram que a camionete tinha uma ocorrência de furto/roubo.
Um tenente do 7º Batalhão da Polícia Militar de Guaraí acompanhou os procedimentos e, conforme a PRF, a pistola e as munições em poder do policial detido foram recolhidas. "Em seguida houve o encaminhamento da ocorrência à Central de Flagrantes de Guaraí", finalizou a PRF.
Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o sargento foi ouvido e liberado. Na delegacia, ele disse não saber que o veículo era adulterado. Ainda conforme a SSP, a camionete, que continuou apreendida, vai passar pela perícia e após os procedimentos cabíveis será devolvida ao verdadeiro dono.
Do G1 TO

27 de ago de 2014

Denúncia anônima leva PM à plantação de maconha no Tocantins

Um homem foi preso no momento que chegava para regar o local.
Flagrante foi feito em Aurora do Tocantins, no sudeste do estado.


José Aires Dias da Conceição, 34 anos, foi preso quando ia regar plantação de maconha no TO (Foto: Divulgação/PM-TO)José Aires Dias da Conceição, 34 anos, foi preso
quando ia regar plantação de maconha no TO
(Foto: Divulgação/PM-TO)
Uma denúncia anônima levou a Polícia Militar a encontrar uma plantação de maconha no quintal de uma casa do setor Bela Vista, em Aurora do Tocantins, sudeste do estado. Segundo a PM, a informação também levou à prisão de José Aires Dias da Conceição, 34 anos, na manhã desta quarta-feira (27), quando ele chegava para regar as plantas e colher folhas que, conforme o suspeito, seriam para consumo próprio. Ao todo, a PM encontrou 29 pés de maconha no local.
De acordo com a corporação, a denúcia foi feita na última sexta-feira (22). Testemunhas contaram aos policiais que o homem frequentava o local quase todos os dias, às 6h, para cuidar do plantio. "Após localizar a plantação, os policiais passaram a monitorar o local e quando foi por volta das 6h desta quarta-feira, dia 27, as equipes estavam posicionadas em pontos estratégicos há mais de uma hora quando flagraram o autor e deram-lhe voz de prisão", explicou a PM.
Aos policiais, o homem disse que estava apenas cultivando e colhendo algumas folhas para uso pessoal e que na verdade a plantação pertencia a uma pessoa chamada Haliton, que estava em uma fazenda localizada em Lavandeira. Conforme a PM, quando a equipe chegou ao local citado, o suspeito fugiu para uma "vegetação de difícil acesso, impossibilitando a captura e deixando para trás uma bolsa com seus pertences".
Ainda segundo a corporação, o local onde os policiais encontraram a plantação foi isolado para o trabalho da perícia e depois disso os pés de maconha apreendidos e o suspeito foram levados para a Delegacia de Polícia para que o flagrante fosse lavrado.
Pés de maconha foram encontrados no quintal de uma casa em Aurora do Tocantins (Foto: Divulgação/PM-TO)
Pés de maconha foram encontrados no quintal de uma casa em Aurora do Tocantins
(Foto: Divulgação/PM-TO)
Do G1 TO

26 de ago de 2014

Suspeito de assalto dá 'piscadinha' e manda beijo no TO

Rai Marques estava com outro homem quando foi preso em Xambioá.
Dupla teria se fingido de cliente para assaltar supermercado.


Rai Marques da Silva, de 21 anos, é suspeito de assaltar um supermercado em Xambioá (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Rai Marques da Silva, de 21 anos, é suspeito de assaltar um supermercado em Xambioá
(Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Rai Marques da Silva, de 21 anos, um dos suspeitos de assaltar um comércio em Xambioá, no extremo norte do Tocantins, deu uma 'piscadinha' e chegou a mandar um beijo para a câmera(veja no vídeo abaixo) quando era transferido para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína (CPPA), também no norte do estado. Ele e Antônio Santos de Sousa Rodrigues, 29 anos, foram presos no domingo (24), após, segundo a Polícia Militar, se fingirem de clientes para assaltar um supermercado.
O problema é que a transferência para a CPPA não foi possível por causa da lotação da unidade. Em função disso, eles tiveram que voltar para a Cadeia Pública de Xambioá.
A CPPA tem um limite máximo de 140 presos e já está lotada. "Infelizmente o Estado não tem vaga para todos os presos provisórios. Então chegou-se a um consenso, durante as reuniões com nossa direção, e abriu-se uma ala no presídio Barra da Grota só para os presos provisórios. Ou seja, eles não estão misturados com os que já foram setenciados", explica o diretor da CPPA, Magno Reis.
Porém, a dupla não foi levada para o presídio Barra da Grota porque, segundo a Secretaria de Defesa Social, a unidade também está no limite de lotação. Conforme as informações, apenas a Justiça pode dizer para onde os presos serão levados a partir de agora.
O assalto
De acordo com informações do proprietário do supermercado, Expedito Gonçalves, os dois homens chegaram no estabelecimento fingindo ser clientes. Um dos suspeitos foi até o caixa, anunciou o assalto e o ameaçou.
Produtos apreendidos com os assaltantes de supermercado de Xambioá (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Produtos apreendidos com os assaltantes de
supermercado de Xambioá
(Foto: Polícia Militar/Divulgação)
“Pediu o dinheiro que tinha na gaveta, passei para ele. Vendo crédito de celular, tinha um pouco de dinheiro também, passei pra ele e ele querendo mais dinheiro, que tinha a informação que eu tinha mais dinheiro. Eu falei que não tinha dinheiro. E por último foi o dinheiro que estava no bolso, R$ 470, que passei pra ele. E sempre dizendo que ia me bater ou ia me apagar.”
A ação durou cerca de dez minutos. Os suspeitos foram presos na casa da irmã de Antônio, como explica o 2º Tenente, Fabiano Alexandre. “Ao fazer a abordagem e levar até às vítimas, eles foram reconhecidos como autores do crime. Foi localizado na casa onde eles estavam, que é da irmã de um deles, a arma de fogo e o veículo, que é de propriedade de um deles também, e produtos do crime.”
Com eles foram recuperados R$ 712 em dinheiro, um celular, garrafas de bebidas, um revólver calibre 38 e quatro munições intactas.
Do G1 TO,

12 de ago de 2014

Idoso suspeito de matar gato a tiros vai para a cadeia no Tocantins

Ele ficou preso por 48h, mas foi solto após pedido de liberdade provisória.
Gato foi morto com tiro de uma espingarda calibre 38, em Araguatins.


O gato teria sido morto com um tiro de uma espingarda calibre 32, em Araguatins (Foto: Divulgação/PM TO)O gato teria sido morto com um tiro de uma espingarda calibre 32, em Araguatins (Foto: Divulgação/PM TO)
Um idoso de 62 anos foi preso por suspeita de atirar em um gato, em Araguatins, região norte do estado. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o lavrador João Batista Alves, chegou a ficar preso por 48h. Ele foi para a cadeia do município na última sexta-feira (8), dia em que aconteceu o crime. Neste domingo (10), o juiz concedeu o pedido de liberdade provisória feito pela Defensoria Pública do município. O gato morreu.
Segundo a Polícia Militar, os PMs foram acionados por um morador que teria ouvido o barulho de um tiro. Quando os policiais chegaram ao local encontraram o gato morto. O animal estava em uma rua em frente a casa de Alves, na região central do município.
Questionado pelos PMs, o idoso negou ter cometido o crime. Mas a polícia encontrou uma espingarda calibre 32 no quintal da casa do suspeito. A arma estava escondida em meio a folhas de uma bananeira. Alves foi encaminhado à delegacia do município e ouvido por um delegado. No depoimento, ele também negou ter atirado no gato.
O lavrador foi preso na sexta-feira e solto neste domingo após o juiz conceder liberdade provisória a ele. O suspeito está respondendo pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo e de maus tratos aos animais. Ainda de acordo com a SSP, um inquérito foi instaurado para apurar as causas do crime.
A secretaria disse que os vizinhos do suspeito vão ser ouvidos. A SSP informou ainda que o gato seria de uma moradora do setor, mas que ela não havia se identificado ainda, "provavelmente por medo", segundo o órgão.
O G1 tentou contato com a Defensoria Pública do Tocantins mas não recebeu retorno até a publicação desta reportagem.
Do G1 TO

11 de ago de 2014

Preso suspeito de matar policial civil a golpes de facão no Tocantins

Ele estava escondido em uma casa na zona rural de Dois Irmãos.
Polícia diz que o suspeito tem um 'distúrbio psicológico'.


Adoan da Silva Santos, de 36 anos, é suspeito de assassinar policial civil a golpes de facão (Foto: Divulgação/PM-TO)Adoan da Silva Santos, de 36 anos, é suspeito de
assassinar policial civil a golpes de facão
(Foto: Divulgação/PM-TO)
Adoan da Silva Santos, de 36 anos, suspeito de assassinar a golpes de facão o escrivão da Polícia Civil do Tocantins, José do Bonfim Nazareno Ribeiro, de 54 anos, foi preso na noite deste sábado (9), na zona rural de Dois Irmãos do Tocantins. Segundo a Polícia Militar, Santos estava escondido em uma casa localizada a 20 km da cidade. No local, conforme as informações da PM, foi encontrada a arma do crime, que ainda estava com munição e carregada.
De acordo com a corporação, o policial civil saiu sozinho para atender uma ocorrência em uma fazenda que fica a 22 km de Dois Irmãos. Após tentar resolver um conflito envolvendo os moradores da propriedade, o policial foi morto com três golpes de facão e um tiro de arma de fogo.
A PM explicou que os moradores da zona rural, onde o fato aconteceu, acionaram a polícia porque um homem havia atirado em uma vaca do vizinho. Ao chegar no local, Ribeiro tentou apaziguar a situação e desarmar o suspeito, que estava com uma espingarda, foi quando aconteceu o crime, segundo a polícia.
Uma testemunha que viu a agressão correu para avisar os vizinhos e chamar a polícia. De acordo com a PM, o crime aconteceu por volta de 13h e somente às 16h ela conseguiu falar com os moradores, que acionaram os militares. Ao chegar na fazenda, a polícia encontrou Ribeiro morto. Dois golpes de facão atingiram a cabeça da vítima e o outro, a região lombar. O disparo de arma de fogo atingiu as costas do policial.
A polícia disse que o suspeito tem um "distúrbio psicológico". Após o crime, ele entrou no matagal e só foi localizado na noite deste sábado. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto de Médico Legal (IML) de Paraíso do Tocantins e já foi liberado para a família.
Do G1 TO

Ladrão 'ostenta' dinheiro furtado após arrastão a 11 comércios no Tocantins

Rodrigo Galvão Ferreira está preso na Cadeia Pública de Colinas do TO.
A polícia apreendeu um pen drive com fotos dele dias após os furtos.


Em uma das fotos encontradas no pen drive apreendido, Rodrigo Galvão Pereira aparece com o dinheiro que teria sido furtado de lojas de Colinas do Tocantins (Foto: Divulgação)Em uma das fotos encontradas no pen drive apreendido, Rodrigo Galvão Pereira aparece com o dinheiro que teria sido furtado de lojas de Colinas do Tocantins (Foto: Divulgação/PM-TO)
Um jovem suspeito de furtar 11 lojas em Colinas do Tocantins está preso na Cadeia Pública do município. Segundo a Polícia Civil, os furtos aconteceram na madrugada do dia 28 de julho. Desde então a polícia trabalhava para capturar Rodrigo Galvão Ferreira, de 25 anos. Ele foi preso na última sexta-feira (8). Com ele, a polícia disse que apreendeu um pen drive com fotos que mostram Ferreira 'ostentando' o dinheiro furtado das lojas.
Os furtos aconteceram de madrugada e o suspeito teria arrombado os comércios. Segundo a Polícia Civil, dos 11 estabelecimentos que foram alvo, dois tinham câmeras de segurança e gravaram a ação do suspeito. As imagens foram analisadas pela polícia.
A Polícia Civil explicou que a prisão do jovem aconteceu no povoado Paciência, do município de Palmeirante, 11 dias depois do crime. Um morador viu o rapaz em um carro na região e avisou a Polícia Militar. Quando os militares chegaram ao local, eles perceberam que o carro se tratava de um veículo roubado e que havia sido utilizado durante os furtos aos comércios da região, segundo informou a Polícia Civil.
No carro, a polícia encontrou roupas que teriam sido furtadas de lojas de Colinas do Tocantins. Segundo a Polícia Civil, um lojista reconheceu as roupas. Após a prisão, ele foi encaminhado para a delegacia e foi ouvido. No depoimento, ele disse que furtou apenas uma loja, mas a polícia identificou o suspeito através das câmeras de segurança das duas lojas. Conforme as informações da polícia, o suspeito teria praticado outros roubos a lojas, mas muitos comerciantes não registraram boletim de ocorrência.
G1 tentou contato com a Defensoria Pública do Tocantins para saber se o órgão já ofereceu um advogado para o suspeito, mas não recebeu retorno até a publicação desta reportagem. O carro e as roupas apreendidas com Ferreira continuam em poder da polícia.
Do G1 TO

9 de ago de 2014

Policial civil é morto com golpes de facão durante ocorrência no Tocantins

Crime aconteceu em uma fazenda, a cerca de 22 km de Dois Irmãos do TO.
Policiais trabalham na tentativa de capturar o suspeito do crime.


O escrivão da Polícia Civil do Tocantins, José do Bonfim Nazareno Ribeiro, de 54 anos, foi assassinado nesta sexta-feira (8), em uma fazenda a 22 km de Dois Irmãos do Tocantins. A Polícia Militar informou que ele foi sozinho atender a uma ocorrência no local. Após tentar resolver um conflito envolvendo moradores, o policial foi morto com três golpes de facão e um tiro de arma de fogo. O principal suspeito é Adoan da Silva.
A polícia disse que moradores da zona rural, onde o fato aconteceu, acionou a polícia porque um homem havia atirado em uma vaca do vizinho. Ao chegar no local, Ribeiro tentou apaziguar a situação e desarmar o suspeito, que estava com uma espingarda, foi quando aconteceu o crime, segundo a PM.
Uma testemunha que viu a agressão correu para avisar os vizinhos e chamar a polícia. De acordo com a PM, o crime aconteceu por volta de 13h e somente às 16h a mulher conseguiu falar com os moradores, que acionaram os militares. Ao chegar à fazenda, a polícia encontrou Ribeiro morto. Dois golpes de facão atingiram a cabeça da vítima e o outro, a região lombar. O disparo de arma de fogo atingiu as costas do policial.
A polícia disse que o suspeito teria "distúrbio psicológico". Após o crime, ele entrou no matagal e ainda não foi encontrado. Cerca de 30 policiais civis e mais 10 policiais militares fazem as buscas na tentativa de encontrar o suspeito. O corpo da vítima foi encaminhado para o Instituto de Médico Legal (IML) de Paraíso do Tocantins e será velado em Dois Irmãos neste sábado (9).
Do G1 TO

22 de out de 2012

Após tentativa de assalto a agência dos Correios cabo PM é demitido

O cabo da PM, Antônio Vieira da Silva, foi demitido dos Quadros da Polícia Militar do Tocantins. A decisão, segundo informado pelo Comando da PM, “foi tomada após ampla apuração dos fatos que culminou na constatação, pelo Conselho de Disciplina da Corporação, de que o referido militar envolveu-se, no último dia 23 de fevereiro de 2012, na cidade de Luzinópolis (TO), na prática de crime de tentativa de roubo na Agência dos Correios”.
De acordo com a nota, o “Conselho decidiu, em 25 de setembro deste ano, a bem da disciplina, por demissão, punição disciplinar prevista no art. 62, V, da Lei nº 2.578/2012.”
Em liberdade
Silva, de acordo com as informações, está em liberdade e a disposição da Justiça. O militar demitido será julgado pela Justiça Federal porque a tentativa de furto ocorreu em uma agência dos correios.
NOTA/PMTO
Sobre a demissão do CB QPPM Antônio Vieira da Silva dos Quadros da Polícia Militar do Tocantins, o Comando Geral da PMTO informa que a decisão foi tomada após ampla apuração dos fatos que culminou na constatação, pelo Conselho de Disciplina da Corporação, de que o referido militar envolveu-se, no último dia 23 de fevereiro de 2012, na cidade de Luzinópolis (TO), “na prática de crime de tentativa de roubo na Agência dos Correios”.
O Conselho decidiu, em 25 de setembro deste ano, “A BEM DA DISCIPLINA, por DEMISSÃO, punição disciplinar prevista no art. 62, V, da Lei nº 2.578/2012.”
A Portaria (nº 296/2012) de que trata da demissão do policial militar foi publicada no Diário Oficial do Estado no dia 15 de outubro de 2012. (Surgiu-TO).

Após tentativa de assalto a agência dos Correios cabo PM é demitido

O cabo da PM, Antônio Vieira da Silva, foi demitido dos Quadros da Polícia Militar do Tocantins. A decisão, segundo informado pelo Comando da PM, “foi tomada após ampla apuração dos fatos que culminou na constatação, pelo Conselho de Disciplina da Corporação, de que o referido militar envolveu-se, no último dia 23 de fevereiro de 2012, na cidade de Luzinópolis (TO), na prática de crime de tentativa de roubo na Agência dos Correios”.
De acordo com a nota, o “Conselho decidiu, em 25 de setembro deste ano, a bem da disciplina, por demissão, punição disciplinar prevista no art. 62, V, da Lei nº 2.578/2012.”
Em liberdade
Silva, de acordo com as informações, está em liberdade e a disposição da Justiça. O militar demitido será julgado pela Justiça Federal porque a tentativa de furto ocorreu em uma agência dos correios.
NOTA/PMTO
Sobre a demissão do CB QPPM Antônio Vieira da Silva dos Quadros da Polícia Militar do Tocantins, o Comando Geral da PMTO informa que a decisão foi tomada após ampla apuração dos fatos que culminou na constatação, pelo Conselho de Disciplina da Corporação, de que o referido militar envolveu-se, no último dia 23 de fevereiro de 2012, na cidade de Luzinópolis (TO), “na prática de crime de tentativa de roubo na Agência dos Correios”.
O Conselho decidiu, em 25 de setembro deste ano, “A BEM DA DISCIPLINA, por DEMISSÃO, punição disciplinar prevista no art. 62, V, da Lei nº 2.578/2012.”
A Portaria (nº 296/2012) de que trata da demissão do policial militar foi publicada no Diário Oficial do Estado no dia 15 de outubro de 2012. (Surgiu-TO).

1 de jul de 2012

ESQUERDA MILITAR PELA SOCIAL-DEMOCRACIA.

ESQUERDA MILITAR:
O presente estudo buscou analisar a participação política e engajamento na luta armada de militares dissidentes das Forças Armadas. No período anterior ao golpe civil militar de 1964 que derrubou o governo do presidente João Goulart, vivenciaram com grande intensidade uma contradição entre seu papel de militar, idealizado pelas instituições, de mantenedor da ordem social vigente, e as aspirações e lutas de sua classe de origem. Esses militares foram cassados ou deixaram as Forças Armadas após o golpe, outros permaneceram na ativa e foram presos por estarem ligados a grupos armados. Todos combateram o desenvolvimento econômico nacional baseado no sistema capitalista associado e dependente e vislumbraram, no sistema socialista, uma alternativa de organização mais justa e digna. O golpe militar teve um grande impacto destrutivo nas suas trajetórias de vida e eles encontraram, na luta armada, uma maneira de dar continuidade às suas atividades e aspirações políticas. Organizações de esquerda como o MNR e a VPR, principalmente pela capacidade de organização e aglutinação do sargento do Exército Onofre Pinto, representaram uma resistência concreta contra a dispersão desses agentes políticos, provocada pelos órgãos repressivos.
Wilma Antunes Maciel

SOCIAL-DEMOCRACIA:
A social-democracia é uma ideologia política de esquerda surgida no fim do século XIX por partidários do marxismo que acreditavam que a transição para uma sociedade socialista poderia ocorrer sem uma revolução, mas por meio de uma evolução democrática. A ideologia social-democrata prega uma gradual reforma legislativa do sistema capitalista a fim de torná-lo mais igualitário, geralmente tendo em meta uma sociedade socialista. O conceito de social-democracia tem mudado com o passar das décadas desde sua introdução. A diferença fundamental entre a social-democracia e outras formas de socialismo, como o marxismo ortodoxo, é a crença na supremacia da ação política em contraste à supremacia da ação econômica ou determinismo econômico sócio industrial.Isto ocorre desde o século XIX.
Historicamente, os partidos social-democratas advogaram o socialismo de maneira estrita, a ser atingido através da luta de classes. No início do século XX, entretanto, vários partidos socialistas começaram a rejeitar a revolução e outras ideias tradicionais do marxismo como a luta de classes, e passaram a adquirir posições mais moderadas. Essas posições mais moderadas incluíram uma crença de que o reformismo era uma maneira possível de atingir o socialismo. No entanto, a social-democracia moderna desviou-se do socialismo, gerando adeptos da ideia de um Estado de bem-estar social democrático, incorporando elementos tanto do socialismo como do capitalismo. Os sociais-democratas tentam reformar o capitalismo democraticamente através de regulação estatal e da criação de programas que diminuem ou eliminem as injustiças sociais inerentes ao capitalismo, tais como Bolsa Família e Opportunity NYC. Esta abordagem difere significativamente do socialismo tradicional, que tem como objetivo substituir o sistema capitalista inteiramente por um novo sistema económico caracterizado pela propriedade coletiva dos meios de produção pelos trabalhadores.
Atualmente em vários países, os sociais-democratas atuam em conjunto com os socialistas democráticos, que se situam à esquerda da social-democracia no espectro político. Os dois movimentos às vezes operam dentro do mesmo partido político, como é o caso do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)(Brasil) e o Partido Socialista francês. No final do século XX, alguns partidos sociais-democratas, como o Partido Trabalhista britânico e o Partido Social-Democrata da Alemanha, começaram a flertar com políticas econômicas neoliberais, originando o que foi caracterizado de "Terceira Via". Isto gerou, além de grande controvérsia, uma grave crise de identidade entre os membros e eleitores desses partidos.
A Internacional Socialista definiu a social-democracia como forma ideal de democracia representativa, que pode solucionar os problemas encontrados numa democracia liberal, enfatizando os seguintes princípios para construir um estado de bem-estar social: primeiro, a liberdade inclui não somente as liberdades individuais, entendendo-se por "liberdade" também o direito a não ser discriminado e de não ser submisso aos proprietários dos meios de produção e detentores de poder político abusivo. Segundo, deve haver igualdade e justiça social, não somente perante a lei mas também em termos econômicos e socioculturais, o que permite oportunidades iguais para todos, incluindo aqueles desfavorecidos física, social ou mentalmente.
Finalmente, defende-se ser fundamental que haja solidariedade e que seja desenvolvido um senso de compaixão pelas vítimas da injustiça e desigualdade.

ESQUERDA MILITAR PELA SOCIAL-DEMOCRACIA.

ESQUERDA MILITAR:
O presente estudo buscou analisar a participação política e engajamento na luta armada de militares dissidentes das Forças Armadas. No período anterior ao golpe civil militar de 1964 que derrubou o governo do presidente João Goulart, vivenciaram com grande intensidade uma contradição entre seu papel de militar, idealizado pelas instituições, de mantenedor da ordem social vigente, e as aspirações e lutas de sua classe de origem. Esses militares foram cassados ou deixaram as Forças Armadas após o golpe, outros permaneceram na ativa e foram presos por estarem ligados a grupos armados. Todos combateram o desenvolvimento econômico nacional baseado no sistema capitalista associado e dependente e vislumbraram, no sistema socialista, uma alternativa de organização mais justa e digna. O golpe militar teve um grande impacto destrutivo nas suas trajetórias de vida e eles encontraram, na luta armada, uma maneira de dar continuidade às suas atividades e aspirações políticas. Organizações de esquerda como o MNR e a VPR, principalmente pela capacidade de organização e aglutinação do sargento do Exército Onofre Pinto, representaram uma resistência concreta contra a dispersão desses agentes políticos, provocada pelos órgãos repressivos.
Wilma Antunes Maciel

SOCIAL-DEMOCRACIA:
A social-democracia é uma ideologia política de esquerda surgida no fim do século XIX por partidários do marxismo que acreditavam que a transição para uma sociedade socialista poderia ocorrer sem uma revolução, mas por meio de uma evolução democrática. A ideologia social-democrata prega uma gradual reforma legislativa do sistema capitalista a fim de torná-lo mais igualitário, geralmente tendo em meta uma sociedade socialista. O conceito de social-democracia tem mudado com o passar das décadas desde sua introdução. A diferença fundamental entre a social-democracia e outras formas de socialismo, como o marxismo ortodoxo, é a crença na supremacia da ação política em contraste à supremacia da ação econômica ou determinismo econômico sócio industrial.Isto ocorre desde o século XIX.
Historicamente, os partidos social-democratas advogaram o socialismo de maneira estrita, a ser atingido através da luta de classes. No início do século XX, entretanto, vários partidos socialistas começaram a rejeitar a revolução e outras ideias tradicionais do marxismo como a luta de classes, e passaram a adquirir posições mais moderadas. Essas posições mais moderadas incluíram uma crença de que o reformismo era uma maneira possível de atingir o socialismo. No entanto, a social-democracia moderna desviou-se do socialismo, gerando adeptos da ideia de um Estado de bem-estar social democrático, incorporando elementos tanto do socialismo como do capitalismo. Os sociais-democratas tentam reformar o capitalismo democraticamente através de regulação estatal e da criação de programas que diminuem ou eliminem as injustiças sociais inerentes ao capitalismo, tais como Bolsa Família e Opportunity NYC. Esta abordagem difere significativamente do socialismo tradicional, que tem como objetivo substituir o sistema capitalista inteiramente por um novo sistema económico caracterizado pela propriedade coletiva dos meios de produção pelos trabalhadores.
Atualmente em vários países, os sociais-democratas atuam em conjunto com os socialistas democráticos, que se situam à esquerda da social-democracia no espectro político. Os dois movimentos às vezes operam dentro do mesmo partido político, como é o caso do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB)(Brasil) e o Partido Socialista francês. No final do século XX, alguns partidos sociais-democratas, como o Partido Trabalhista britânico e o Partido Social-Democrata da Alemanha, começaram a flertar com políticas econômicas neoliberais, originando o que foi caracterizado de "Terceira Via". Isto gerou, além de grande controvérsia, uma grave crise de identidade entre os membros e eleitores desses partidos.
A Internacional Socialista definiu a social-democracia como forma ideal de democracia representativa, que pode solucionar os problemas encontrados numa democracia liberal, enfatizando os seguintes princípios para construir um estado de bem-estar social: primeiro, a liberdade inclui não somente as liberdades individuais, entendendo-se por "liberdade" também o direito a não ser discriminado e de não ser submisso aos proprietários dos meios de produção e detentores de poder político abusivo. Segundo, deve haver igualdade e justiça social, não somente perante a lei mas também em termos econômicos e socioculturais, o que permite oportunidades iguais para todos, incluindo aqueles desfavorecidos física, social ou mentalmente.
Finalmente, defende-se ser fundamental que haja solidariedade e que seja desenvolvido um senso de compaixão pelas vítimas da injustiça e desigualdade.
Postagens mais antigas → Página inicial